quarta-feira, 21 de março de 2012

Controlar o meio-campo poderia ser uma boa ideia...

Gosto de JJesus. É um bom treinador, tem muitos defeitos mas igualmente muitas virtudes. Não consigo no entanto perceber a razão porque JJesus não consegue desmanchar o nó criado por Vitor Pereira, que, quanto a mim, é infinitamente inferior ao treinador do SLBenfica. No entanto, e mesmo assim, a superioridade do meio-campo portista sobre o benfiquista é quanto a mim inequívoca. Na fase de construção de jogo a partir de trás do SLBenfica, os centrais abrem nas alas, os laterais sobem e Javi desce para o meio dos centrais. Este é um dos erros de JJesus a jogar contra o FCPorto. Como é que é possível que durante o jogo todo para o campeonato e a 1ªparte do jogo de ontem para a taça da liga, JJesus não tenha encontrado uma solução que não o jogo direto? A sorte do SLBenfica neste caso, foi que Lucho estoirou ao intervalo e a partir daí, o SLBenfica conseguiu fazer melhor o que costuma fazer: construir a partir de Javi. Ora atente-se: Javi desce, Lucho acompanha sempre Javi, ficando bastante mais à frente Witsel a ser vigiado por Moutinho, Aimar entre linhas (defesa e meio-campo) vigiado por Defour. Ora o SLBenfica fica sem possibilidade de construir o jogo pelo corredor central. Javi, no jogo para o campeonato, muitas vezes não baixava para junto dos centrais preferindo (muito inteligentemente) ficar mais subido, deixando os centrais sozinhos a tentar construir, mas ao menos sem a pressão de Lucho por perto - que quando feita com sucesso permitia lances de 2x3 ou mesmo 3x3. JJesus não é capaz de mandar Witsel descer com Javi, formando uma linha de 4 - caso Moutinho não acompanhasse Witsel até essas zonas - e deixando o meio-campo todo entregue a Pablo Aimar frente a Defour ou Fernando, com o apoio nas laterais dos extremos e de Cardozo mais à frente. Aimar saberia concerteza tirar partido do 1x1 pelo desequilíbrio que consegue criar com uma finta de corpo ou a simulação de um passe. Outra hipótese mais viável, quanto a mim, era pedir aos extremos para na fase de construção fazerem o papel de médios interiores, ficando Javi/Lucho, Witsel/Moutinho, Aimar/Defour e os 2 extremos do SLBenfica sozinhos no centro do terreno, à espera do passe vertical dos centrais (e aqui Garay teria sido valiosíssimo!). Caso os laterais do FCPorto acompanhassem os extremos até ao meio (o que duvido!) seria lançar Super Maxi pela direita e Emerson pela esquerda (sim, porque Hulk recuar é mentira, neste caso até Emerson faria boa figura!). O que é aconteceu inúmeras vezes? Javi coberto a trocar a bola com os centrais que pressionados pelo ponta-de-lança, enviavam a bola para Emerson que acabava por a perder ainda no nosso meio-campo, originando jogadas perigosíssimas do FCPorto.
Ontem durante a 1ª parte aconteceu o mesmo e o SLBenfica chega ao 1ºgolo numa recuperação de bola fantástica, quando está em cima do FCPorto e ao 2º num lance de bola parada. O 3º é uma transição rápida feita de uma forma espetacular e simples. 1-2 com passe para o espaço vazio, com a defesa do FCPorto muito larga e subida - já sem Lucho em campo...
O FCPorto também não foi muito inteligente a atacar...mérito de Vitor Pereira...Aimar encosta num central, Nelson Oliveira noutro, bola muitas vezes em Bracalli. No meio campo, Lucho-Moutinho-Defour contra Witsel e Javi...3 para 2...por onde é que o FCPorto tenta começar a construir?? Pelas alas! Boa Vitor Pereira! Boa JJesus se percebeu que Vitor Pereira não ia reparar nisto...

Percebe-se a partir daqui a quantidade anormal de golos que existiu nos 2 jogos. Se as defesas não conseguem começar a 1ª fase de construção de jogo, perdendo logo a bola ainda no seu meio-campo, é normal que esses lances criem perigo, acabando em finalização direta ou indireta (através de lances de bola parada originadas em faltas decorrentes dessas perdas de bola). Claramente que os pontos mais fracos de FCPorto e SLBenfica são as suas defesas (FCPorto especialmente na direita, SLBenfica na esquerda) e isso sentiu-se nestes jogos, levando a uma anulação de vários jogadores no meio-campo e a um jogo de muitas transições e velocidade. Raramente se jogou com a cabeça e nisso quem fica a perder é o SLBenfica pois, com cabeça, tem JJesus no banco(apesar de muita casmurrice...), enquanto o FCPorto não tem ninguém.

Porque não o uso de um losango para ganhar ao trio de meio-campo do FCPorto? É que por acaso, até acho que foi nesse sistema que empatámos no dragão, ganhámos na Luz e goleámos na final da Taça da Liga no Algarve à 2 épocas atrás. Os jogadores eram outros? Sim, claro que eram. Mas Javi, Witsel, Matic/Gaitan e Aimar não poderiam formar um losango que ganharia de certeza o meio-campo ao FCPorto? Com Rodrigo e Cardozo lá à frente, talvez os resultados fossem melhores. Quanto mais não seja porque a pressão psicológica pelo peso de ter que ganhar ao FCPorto não se conseguiria traduzir numa pressão efetiva dentro de campo pois seríamos mais no meio-campo e teríamos muito mais posse de bola...

Nota final: penso que Capdevilla e Jardel poderiam ter sido MUITÍSSIMO úteis no jogo de ontem. Um arrumava o Lucho e o outro arrumava o Hulk ou o Moutinho. Era o final do campeonato para eles e a única forma que vejo destes dois jogadores serem úteis ao SLBenfica...

Um comentário:

  1. MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

    VENDE DE TUDO

    LAMPIÃO

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=lampiao&IDCategoria=178

    CAMPING

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=178

    VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS

    ResponderExcluir