terça-feira, 3 de maio de 2016

Great minds think alike

Isso, ou os génios reconhecem-se uns aos outros. Lindelof sobre Luisão:
"Concretizei um dos meus sonhos. Esse sonho era um dia poder jogar ao lado desta lenda (Luisão) com a camisola do Benfica e no Estádio da Luz. Por isso, obrigado Cap, foi um prazer"

Dentro de campo, Luisão faz mais um daqueles jogos perfeitos. Desta vez, não teve o habitual primo ao seu lado, mas teve sim o seu irmão gémeo. Carecas e com um conhecimento do jogo de arrepiar, Lindelof é a versão 2.0 de Luisão. Para além de tudo o que o Capitão faz bem, Lindelof ainda constrói. Neste upgrade ganhou-se a capacidade de sair a jogar provocando a linha média adversária, ou em alguns casos, mesmo a linha defensiva!

Como é possível que os dois centrais andem exatamente par a par no 1º jogo que realizam juntos? Não estamos a falar de um subir e outro subir porque o 1º subiu; estamos a falar dos dois subirem e baixarem exatamente ao mesmo tempo! Chegou a ser verdadeiramente arrepiante ver esta dupla orquestrada a funcionar. O seu conhecimento das fases defensivas do jogo é soberbo e isso nota-se dentro de campo, com cada um deles a saber exatamente o que o outro estava a fazer.

Um central não necessita de aguentar 90 mins a correr, nem fazer 10 sprints por jogo. Para além disso, há características que lhe permitem ser cada vez melhor com o avançar da idade. Enquanto um avançado atingirá o seu auge por volta dos 28 anos, os centrais atingirão por volta dos 32. Este é o caso de Luisão; nos últimos anos, tem sido reconhecida, época após época, como sendo a melhor época da carreira. Este ano foi exceção devido à lesão, mas mesmo com 35 anos, não tenho dúvidas em afirmar que a próxima época poderá ser a melhor época da sua carreira, bastará para tal, que tenha ao seu lado o seu irmão gémeo.

Capitão, o Benfica ainda precisa muito de ti! Por agora dentro de campo e depois fora dele. Deixa lá a China para quem não sabe o que é o Benfica, para quem não é Benfica!


PS: tal como já tinha dito, continuo a achar que Grimaldo é top, precisa apenas de oportunidades para o mostrar.

6 comentários:

  1. Curiosamente quando o via jogar a central na "B" fazia-me sempre lembrar o Luisão precisamente pela forma como subia e baixava. Era ele o farol daquela linha.

    O Grimaldo joga muito mas nesta fase não me parece boa ideia mexer. Pode jogar a final da CTT.

    Agora é ganhar na Madeira dê lá por onde der!

    Viva o Benfica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nesta fase é mexer o menos possível :)

      Excluir
  2. Luisão sobe e desce bem, o parceiro mostra ser igual ou melhor (a condução do Lindelöf tem momentos de verdadeiro 10), mas o Capitão ainda teve lá dois ou três alívios perfeitamente escusados.

    Pode ser que com tempo ganhe confiança no parceiro e no redes e passemos a não oferecer (mais) bolas ao bandido.

    ResponderExcluir
  3. Vou estar mais atento a essa sincronia dos centrais, na verdade vejo quatro centrais de qualidade acima da média no plantel do Benfica. (Um pouco à imagem do que tem sido a estratégia do nosso clube, não quero falar dos outros, mas não creio que alguém tenha um central claramente melhor do que qqr um dos nossos). Mas fica uma pergunta, difícil a meu ver, qual é a dupla mais forte? Acredito que por uma questão de consistência, lindelof-jardel estará nos barreiros. Abraço Bruno, Duarte Carregueiro ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A dupla mais forte é a que tiver Lindelöf. =D

      Excluir
    2. Grande Duarte,
      eu cá continuo a não gostar do Lisandro (taticamente é péssimo), mas os outro 3 são muito bons sim :)
      A dupla mais forte é para mim Luisão-Lindelof (porque Lindelof é o melhor e Luisão é para mim ainda muito superior ao Jardel devido ao seu entendimento do jogo e capacidade de leitura do que vai acontecer - perde apenas na velocidade de deslocação). Nos Barreiros, no entanto, faz sentido que se mantenha Jardel-Lindelof por tudo de bom o que têm feito. Nestes 2 jogos é mudar o menos possível.
      R.B....basicamente é isso, sim :)

      Excluir