terça-feira, 22 de setembro de 2015

Ainda sou do tempo...

Ainda sou do tempo em que...
...ganhávamos jogos e títulos e cagávamos para a arbitragem. Mesmo quando éramos prejudicados ainda nos dávamos ao luxo de nos rirmos da estupidez dos adversários alegarem colinho quando ainda tínhamos sido prejudicados.
...em dois clássicos seguidos não perdíamos os 2.
...no final da 5ª jornada ainda dependíamos de nós para sermos campeões.
...não tínhamos jogadores a passarem de não convocados (ou mesmo da equipa B) para a titularidade semana após semana.
...tínhamos mais jogadores atrás da linha da bola do que o adversário.
...a defesa estar alinhada significava que os jogadores estavam todos na mesma linha e não cada um na sua.
...quem ia com 4 pontos de vantagem éramos nós.
...sabíamos que o melhor caminho para chegar à vitória não era meter 3 pontas-de-lança.
...os treinos não eram o menos importante.
...não precisávamos de recorrer a coisas que não treinámos para ganhar um jogo.
...não vínhamos com balelas de termos não sei quantos da formação ou não sei quantos portugueses a jogar e dizíamos após um 3-0 "hoje não jogámos bem!"
...após uma derrota não tinha o presidente a rir-se na bancada.
...criávamos lances de perigo sem ser por lances de bola parada ou avé-marias para a área.
...se podia apontar os erros pois se sabia que olhos que fingem não ver fazem o coração doer à mesma.

E o pior desta merda toda é que isto não foi assim há tanto tempo...

A sorte é que a incompetência é muito fértil e dá-se facilmente em qualquer sítio, vai daí, carrega Benfica!!! Rumo ao TRI!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Controlo da Profundidade

Para controlar a profundidade da linha defensiva o conceito da bola coberta/bola descoberta é quanto a mim um dos melhores conceitos. De modo sintético, esse conceito diz-nos que caso o adversário esteja em condições de nos colocar a bola nas costas da defesa, a defesa deve recuar e precaver esse passe. Caso não o consiga fazer (por ter contenção próxima da bola ou estar de costas para a nossa baliza) a defesa deve subir em linha de modo a diminuir a distância entre linhas, reduzir o campo útil e desta forma conseguir pressionar mais o adversário.
Podem ver um simples exercício para isto a partir do 1m40seg no vídeo abaixo:

Depois temos em baixo um vídeo (retirado do "Paradigma Rui Vitória") q demonstra o comportamento da defesa do SLB num lance do último jogo...


video

Ora tendo percebido como pode ser controlada a profundidade da linha defensiva, quem é que estará errado? Luisão ou todos os outros?
Até que ponto é que Luisão deveria deixar de ser titular?